quinta-feira, 2 de outubro de 2008

The Mammas and the Pappas

Brincar aos pais e às mães requer, nos dias que correm, mais extras que a saga completa de O Senhor dos Anéis.
Quem faz de pai não pode esquecer de seleccionar para a brincadeira as amiguinhas que farão de ex-mulher e actual esposa. Se o tema da brincadeira for a festa de aniversário do filho mais novo, então, pode considerar-se a presença da namorada que existiu entre o divórcio e o actual casamento, vulgo, a-que-dá-boas-quecas-gosta-do-Lux-e-os-putos-curtem-na-bué. A estas quatro personagens devem juntar-se os respectivos filhos, dois do primeiro casamento do pai e 3 do segundo. Por arrasto, e porque são muito finos, convidam-se os meios-irmãos, por exemplo, os dois filhos que a actual mulher traz do primeiro casamento e um outro que, entretanto e como quem não quer a coisa, a ex-mulher pariu.
Quem faz de mãe, a ex do pai, para além dos três filhos, dois do primeiro casamento e este que pariu à posteriori, terá de arranjar cast para fazer do actual namorado e de melhor amiga, a quem se deve dirigir várias e manifestas vezes para criticar a actual mulher e a ex-namorada, a das quecas boas, nomeadamente a raiz escura no cabelo loiro da primeira e o pneu enorme que sai das skinny jeans da segunda, que, na verdade, é mais pequeno que um Filipino.
Quem faz de ex-marido da actual mulher do pai terá de arranjar alguém para fazer de seu namorado, um tipo da noite, assim como assim, é bem mais fashion dizer que se foi trocada por um gajo do que por uma gaja, logo, pode vir à festa. Por sua vez, os miúdos fruto deste casamento ainda heterossexual terão de confluir esforços para arranjar um chihuahua, pois o casal não passa sem um. A coleira da Kylie será cortesia da ex-mulher deste ex-marido.
A brincadeira passar-se-á na vivenda do pai, com piscina, num condomínio no centro de Lisboa e os meninos não se podem esquecer de pensar numa colega para fazer de empregada residente, natural do nordeste brasileiro, em princípio poderá ser a Darcilene que chegou no início do segundo período, a responsável pela picanha, maminha, farofa, arroz com feijão e caldo verde à mesa.

Difícil? Sim, mas bem mais dinâmico e criativo do que há vinte anos atrás.

Nota: Texto escrito com base em histórias vividas por amigos… É isso, amigos de amigos….

20 comentários:

mary disse...

a minha famelga é quase tão complicada como essas, mas ainda assim perdi-meeeeee

R2D2 disse...

É por estas e por outras que as consolas de jogos vão ganhando terreno no imaginário brincalhão das crianças. Só mesmo um triplo processador de 5 mhz e um disco de 80Gb pode cruzar tanta informação.
Preparem-se pois "Vamos brincar aos pais e às mães" vai ser subsituido por um fio e impessoal ""Pai, compra-me o "Mammas & Pappas 2009""

Alminha Mariana disse...

Ou seja, brincar aos pais e às mães deixou de ser desculpa para dar uns beijinhos no rapaz que se gosta! Passou a ser ainda mais porno, mas continua a preparar os miúdos para a VIDA!

Lek disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lek disse...

Phoda-se!!!
Esses amigos dos teus amigos, acho eu, que são assim uma "bekagay".
Macacos m'a mordam se eu percebi pêvea da história.
É por essas e por outras que prefiro brincar "aos médicos".

PS- no entanto era gajo para apreciar a maminha da Darcilene

Manana disse...

O meu record pessoal foi juntar a minha mãe, o meu pai e a minha
1ªmadrasta. Mas muito mais interessante foi juntar para um funeral uma prima sueca, a mãe da prima sueca, um marido alemão de uma prima, uma mulher brasileira de um primo e um primo xenófobo. Isso, sim, é pura adrenalina!

R2D2 disse...

Manana,
Por acaso a tua prima sueca chama-se Maja Ivarsson?

Lek disse...

Manana,
haverá a remota hipótese de podermos (eu e tu) ser primos?

R2D2 disse...

Lek,
Haverá a hipótese, mesmo remota, de a Maja ser tua irmã?

Manana disse...

Não que eu sou mais gira que a Maja! Além disso ela tem um nome que a qualquer momento pode descambar num trocadilho. Com esse nome devia era ser vocalista de uma banda chamada "The Golden Showers"

R2D2 disse...

És? Como assim?

Manana disse...

Não se vê logo pela fotografia?! Lolol...

R2D2 disse...

Já lá vou espreitar no teu blog, deixa a janela aberta

Anónimo disse...

Para quê ter filhos, quando não se pode tê-los

Lek disse...

ó anónimo,
imagina o que passará pela cabeça da cadela que quando dá à luz saem 9 cachorros e ela só têm 6 mamilos.

Anónimo disse...

Lek,
a cadela não pensa. Assim, como alguns homens.

R2D2 disse...

Anónima lek, anónima

Anónimo disse...

Elementar, caro R2D2

Happinêss disse...

Anónimo(a),

Elementar, não... Avançado, queres dizer!

Lek disse...

Anónima (o),

mas aqui o Lekinhaz sabe o que passa pela cabeça do mosquito quando se estatela contra o pára-brisas ...o cú (do próprio mosquito entenda-se).
Passa é a grande velocidade.

Ah! e a malta até pensa, só que ás vezes é bom não pensar muito nisso.